Sobre a Semtrad

A Secretaria Municipal do Trabalho, Emprego e Desenvolvimento (SEMTRAD) vem implementando políticas públicas ofertando qualificação e capacitação profissional aos trabalhadores da área urbana e rural visando a geração de trabalho, emprego e renda. A partir desse princípio, a Secretaria busca sempre realizar ações voltadas para o segmento do Empreendedorismo local e rural, Economia Solidária, Apoio ao Artesanato, Agricultura Familiar, Piscicultura e Pesca.

A Semtrad oferta cursos de qualificação profissional em apoio ao trabalhador, além de direcionar o trabalhador desempregado para novas oportunidades no mercado de trabalho, por meio do Sine Manaus, o qual disponibiliza serviços gratuitos, como: cadastro do trabalhador, intermediação de mão-de-obra, emissão de Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS), entrada no Seguro-Desemprego, Atendimento Jurídico, etc.

A instituição também oferta cursos de informática básica através dos Telecentros com a finalidade de formar cidadãos e inseri-los no universo digital. E mais, a Secretaria mantém uma Agência de Desenvolvimento Local (ADL/Cajual) no Morro da Liberdade. A unidade é um espaço que desenvolve atividades sobre empreendedorismo e economia solidária, contribuindo para o desenvolvimento local.

 

Missão

Articular e mobilizar as ações governamentais voltadas para a promoção da cidadania, trabalho, emprego e renda, em especial à qualificação profissional, à cultura empreendedora e à garantia da manutenção dos direitos humanos, em interação com as instituições públicas e privadas, entidade do terceiro setor, bem como, o apoio à Economia Solidária e outros segmentos da sociedade, favorecendo o desenvolvimento social e do trabalho.

 

Visão

Ser reconhecida como modelo de gestão na implementação de políticas públicas voltadas para a geração de trabalho, emprego e renda, visando a inserção social.

 

Objetivos

• Promover qualificação profissional;
• Apoiar o desenvolvimento do artesanato local;
• Apoiar as atividades de Economia Solidária;
• Incluir digitalmente a população carente através dos telecentros;
• Promover a distribuição de renda, através da inserção/reinserção de trabalhadores no mercado de trabalho;
• Intermediar mão de obra

 

 

SINE

O SINE foi instituído pelo Decreto nº 76.403 de 08.10.76. Sua criação fundamenta-se na Convenção da OIT nº 88 e trata da organização do Sistema Público de Emprego – SINE para atuar em todo território Nacional. Um programa do Governo Federal coordenado pelo Ministério do Trabalho e Emprego – MTE, através de sua Secretaria de Políticas Públicas de Emprego – SPPE, cujas diretrizes são fixadas pelo Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador – CODEFAT, segundo a Constituição Federativa do Brasil, promulgada em 1988, que em seu art.6º fala a respeito do Direito Social do cidadão brasileiro: “São direitos sociais a educação, a saúde, o trabalho, o lazer, a segurança, a previdência social, a proteção à maternidade e a infância, a assistência aos desamparados” e inciso III, do art. 2º do capítulo I da LOAS – Lei 8.742/93, onde apresenta como um de seus objetivos “a promoção da integração no mercado de trabalho”.

 

Objetivo do SINE

Viabilizar condições para garantir a formação profissional dos trabalhadores com qualidade, a fim de atender as necessidades reais dos setores de economia local, bem como o aumento das chances de inserção e reinserção no mercado de trabalho, tendo como premissa a integração com a intermediação de mão-de-obra operacionalizada no âmbito do SINE.

 

Relação do SINE com o Plano de Trabalho Plurianual

O Plano de Trabalho Plurianual reforça a proposta de Convênio entre esta Secretaria Municipal de Trabalho, Emprego e Desenvolvimento – SEMTRAD e o Ministério do Trabalho e Emprego – MTE para o período de 2012-2016 tendo por finalidade a operacionalização do Convênio Plurianual CP/QSP no âmbito das políticas públicas articulados com o Sistema Nacional de Emprego – SINE/Manaus para posterior inserção do trabalhador no competitivo mercado de trabalho.Tudo isso ocorre em razão da exigência dos empregadores de ter em seus quadros profissionais qualificados.