16/04/18 | 15:48
Estudantes da rede municipal de ensino recebem primeiras aulas de empreendedorismo

Estudantes de cinco escolas municipais tiveram, nesta segunda-feira, 16/04, uma aula diferente: eles participaram dos módulos “Desenvolvimento de Negócios Sociais” e “Empreendedorismo como opção de carreira”. Ministradas por professores do Sebrae-AM, as aulas fazem parte  do programa Empreendedorismo nas Escolas, que começou oficialmente nesta segunda-feira a partir de uma ação conjunta entre as secretarias municipais do Trabalho, Emprego e Desenvolvimento (Semtrad) e da Educação (Semed), tendo o Sebrae-AM como executor dos módulos.

“Um pipoqueiro, uma manicure são empreendedores”, ressaltou a professora do Sebrae, Alessandra Moreno, presente na Escola Municipal Pe. Sebastião Luiz dos Santos Puga Barbosa, Zona Sul da cidade. “É preciso fazer com que esses estudantes enxerguem o empreendedor ao seu redor, dentro de sua família. A ideia é que eles possam sentir o impacto do empreendedorismo nas suas relações interpessoais”, destacou Alessandra.

Os estudantes também receberam as aulas com entusiasmo. É o caso de Carlos Eduardo, do 8º ano, na Escola Municipal Engenheiro João Alberto Menezes, na Zona Norte de Manaus. Ele contou que o curso chamou sua atenção por conta do crescimento profissional e da melhoria de seu currículo. “Minha mãe já teve um restaurante e meu tio um mercadinho. Então eu cresci dentro desse universo e sei de algumas coisas. Essas aulas irão acrescentar ainda mais ao meu conhecimento e me incentivar a futuramente abrir meu próprio negócio”, disse.

A secretária da Semtrad, Ananda Carvalho, considerou o dia de hoje como histórico para o empreendedorismo e para a educação na cidade o que tem sido sempre sinalizado pelo prefeito Arthur Neto. “Sabemos o quanto este projeto é importante para o futuro de Manaus. Todas as pessoas têm potencial para empreender e se estimuladas ainda na infância teremos profissionais no futuro com capacidade para transformar oportunidades em negócios e mais geração de renda, formando assim um ambiente propício para surgirem novos negócios e uma economia melhor para a cidade, enfatizou a secretária.”

TRANSVERSALIDADE

A subsecretária de Gestão Educacional, Euzeni Trajano, disse que o programa Empreendedorismo nas Escolas soma-se à concepção de Educação Integral  e de escola mais democrática e participativa que a Semed já vem desenvolvendo com os alunos, as famílias e a comunidade em que estão inseridos. Algumas iniciativas, inclusive, já foram reconhecidas nacionalmente, como a desenvolvida pela Escola Municipal Antônio Matias Fernandes, no bairro da União, zona Centro-Sul de Manaus, que foi classificada para a segunda fase Prêmio Nacional Ozires Silva de Empreendedorismo Sustentável, na categoria Educação, realizado pela Isae – Escola de Negócios, da Fundação Getúlio Vargas (FGV). “Toda oportunidade que pudermos oferecer para que o aluno saia com uma formação mais ampla e integral será sempre muito bem-vinda para a Semed”, disse.

Como projeto-piloto, o Empreendedorismo nas Escolas vai capacitar inicialmente 2 mil estudantes do ensino fundamental. Esta semana, as atividades foram centradas em cinco escolas: Vicente de Paula, Sebastião Luiz Puga Barbosa, Professora Dalvina Santa Oliveira, Professor Raimundo Almeida Lúcio e Eng João Alberto Menezes Braga. O cronograma nas outras escolas prossegue nas demais semanas.